Numa partida sem a presença de Lionel Messi, a Argentina perdeu por 4-2 diante da Nigéria, isto num encontro no qual até esteve a vencer por 2-0. Contudo, a formação africana reagiu e conseguiu uma reviravolta surpreendente em Krasnodar, na Rússia.

Tambem sem Salvio (ficou os 90 minutos no banco de suplentes), os argentinos entraram bem e aos 36' já tinham a tal vantagem dupla, mercê dos golos de Éver Banega (27') e Kun Agüero (36'). Tudo parecia encaminhado para o triunfo da turma das pampas, mas os africanos deram um sinal da sua graças ainda antes do descanso, reentrando na discussão com um golo de Kelechi Iheanacho (44').

Estava dado o mote para o que viria na etapa complementar. Com dois golos em dois minutos, aos 52' e 54', por intermédio de Alex Iwobi e Bryne Idowu, respetivamente, os nigerianos deram a volta ao marcador e, aos 73', ainda fizeram um quarto tento, novamente por Iwobi. Refira-se que na Nigéria o avançado Oghenekaro Etebo, do Feirense, foi suplente não utilizado.

Iwobi 'humilhou' Mascherano antes de sentenciar vitória nigeriana

Iwobi 'humilhou' Mascherano antes de sentenciar vitória nigeriana


Autor: Fábio Lima