O empresário Christophe Hutteau revelou no seu livro 'Mes secrets d'agent' que em 2010 o extremo francês Franck Ribéry pagou uma verba a rondar os 40 mil euros para que o seu irmão François tivesse a oportunidade de jogar no Aviron Bayonnais, isto depois de a sua anterior equipa, o Calais, ter declarado falência.

"Estou na m**** pelo meu irmão", terá dito o jogador ao agente, ao qual pediu ajuda para encontrar um clube. Surgiu então a hipótese Aviron Bayonnais, ainda que o clube se tenha recusado a pagar a verba que François pedia. Foi aí, então, que Ribéry entrou em ação, ao aceitar ser ele próprio a pagar ao Baiona o salário do seu irmão...

A história, refira-se, foi já confirmada pelo próprio clube, ao jornal Sud Ouest. "O Franck Ribéry pagou o salário do seu irmão, que estava entre os 33 e 35 mil euros. Um dos membros da nossa direção reuniu-se com ele e ficou tudo acordado. No final fez uma doação, por transferência bancará, de 40 mil euros, referente a um salário mensal de 2,5 mil euros", referiu Jean-Pierre Mainard.

Contudo, apesar da intervenção em todo este processo do jogador do Bayern Munique, que é quatro anos mais velho do que François, a passagem deste pelo Aviron Bayonnais acabou por não ter grande sucesso, já que fez apenas três encontros e acabou por se retirar no ano seguinte, devido a lesão, aos 24.

Autor: Fábio Lima