O 1.º de Agosto regressou este domingo à liderança do campeonato angolano, ao vencer em casa o seu encontro e beneficiando da derrota dos rivais do Petro de Luanda, no fecho da ronda 26 do Girabola.

Valeu à equipa dos militares de Luanda, campeã em título (2016), a vitória sobre o Recreativo do Libolo (campeão em 2014 e 2015), graças ao golo solitário de Dani, aos 39 minutos, suficiente os adeptos da casa fazerem a festa.

Também este domingo, minutos antes do início da partida no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, os petrolíferos da capital angolana perderam na deslocação ao Lubango, no sul do país, com Bruno (30 minutos) e Muenho (62 minutos) a carimbarem o 2-0 a favor dos locais do Desportivo da Huíla.

Com este resultado, o Petro de Luanda, que entrou para a 26.ª jornada na liderança do Girabola, com um ponto de vantagem sobre os militares, fecha a ronda no segundo posto. Já o Desportivo da Huíla conseguiu, com esta vitória, carimbar desde já a permanência no principal campeonato de futebol de Angola.

Por seu lado, a Académica do Lobito venceu em casa, em Benguela, por 1-0, o Progresso do Sambizanga, enquanto o Santa Rita de Cássia viajou até ao Luena, no Moxico, para perder por 2-0 com os Bravos do Maquis, sendo cada vez mais último na tabela.

O jogo entre o Recreativo da Caála e o Interclube estava agendado para hoje, mas, apesar de as equipas terem chegado a formar em campo, não se realizou, alegadamente por pagamentos em atraso por parte da direção da formação da casa.

No sábado, o JGM Huambo, outra equipa que vive graves problemas financeiros, recebeu e perdeu com o Progresso da Lunda Sul, por 3-0, enquanto o Sagrada Esperança venceu em casa, no Dundo, o 1.º de Maio por 2-0 e, em Luanda, o Kabuscorp do Palanca bateu os aviadores do ASA por 1-0.

Autor: Lusa