Lionel Messi considera que o Mundial'2018, na Rússia, é a última oportunidade para a seleção da Argentina da sua geração conquistar o título e avisa: "Se nos correr mal este Mundial temos que desaparecer todos da seleção. Será complicado alguém ficar porque levamos muitos anos juntos e as pessoas cansam-se, querem caras novas", disse em entrevista à TyC Sports.

"É a última oportunidade para toda esta geração que vem disputando as finais e que ainda não conseguiu a consagração. Vamos com a mesma expectativa de quando foi o Mundial do Brasil [perderam na final por 1-0 com a Alemanha]", disse.

Quanto aos adversários, o craque argentino destaca a Islândia, seleção que no Euro'2016 integrou o grupo de Portugal, tendo sido uma das formações sensação da prova. "A Islândia é uma seleção muito complicada, é organizada e fisicamente forte. A croácia deixa jogar um pouco mais e a Nigéria é mais irregular", comentou Messi, que admite: "É verdade que temos de melhorar se queremos ser campeões do Mundo, se continuarmos igual não vamos conseguir. Atualmente as melhores seleções são Brasil, Alemanha, França... e a Espanha que está muito bem", referiu, 'esquecendo' Portugal, campeão europeu que conta com o seu 'rival' Cristiano Ronaldo.


Leo Messi e as partidas no banco: «É lixado não jogar»

Leo Messi e as partidas no banco: «É lixado não jogar»


Messi diz que um dos seus filhos é um filho da p...

Messi diz que um dos seus filhos é um "filho da p..."