As transferências de Rodrigo, André Gomes, Enzo Pérez, João Cancelo, Danilo Barbosa ou Aderlan Santos de clubes portugueses para o Valencia, por intermédio do empresário Jorge Mendes, estão a ser investigadas pelas autoridades fiscais espanholas, noticia este domingo o 'El Mundo'.

Segundo aquele diário espanhol, a Agência Tributária abriu uma investigação sobre o Valencia e, desde há semanas, analisa, sobretudo, os aspetos fiscais das contratações realizadas durante a gestão do magnata Peter Lim, acionista maioritário do clube.

O fisco decidiu agora, prossegue o 'El Mundo', investigar parte dos argumentos incluídos numa denúncia genérica apresentada pelo ex-vice-presidente do Valencia, Miguel Zorío. Essa denúncia inicial, muito pouco consistente fazia alusão a "presumíveis delitos económicos" que, na sua opinião tinham sido cometidos por Lim, em conivência com o agente português Jorge Mendes e o ex-presidente Amadeo Salvo, ligados tanto com a compra de ações do clube como com o mercado de transferências

Autor: João Lopes