Aos 29 anos, Damien da Silva não desistiu de um sonho antigo. Nascido em Talence, no sul de França, o defesa-central do Caen é filho de pai português e mãe francesa, tendo passado parte da infância do nosso país. E a ambição é clara: convencer Fernando Santos a levá-lo à Rússia no verão.

"O meu sonho é jogar pela Seleção Nacional, sempre foi. Admito que, com os anos a passar, começa a ser difícil integrar os eleitos do selecionador mas nunca se sabe, não deixarei de sonhar enquanto for possível. Quando olho para o início da minha carreira, nunca pensaria chegar à Primeira Divisão mas consegui fazê-lo. Por isso, o importante é continuar a fazer bons jogos pelo Caen para, quem sabe, ter uma oportunidade", explica a Record, acrescentando: "O meu pai é de Famalicão, não é longe de Guimarães. Todos os verões passava as minhas férias em Portugal. Em Famalicão ou em Albufeira, onde íamos para a praia."

O central do Caen – ontem capitaneou a equipa no jogo da Taça de França depois de ter bisado frente ao Nantes na vitória (3-2) para a Ligue 1 – é um apaixonado pela Seleção Nacional. Para já, avalia o grupo de Portugal no Mundial’2018: "Estou confiante. Se Portugal estiver no seu melhor nível, vai ultrapassar a primeira fase. Mas temos de mostrar sempre cuidado pois não se pode partir para uma prova destas a pensar que está ganho. Vou ser o primeiro adepto da Seleção Nacional", promete.

FC Porto no coração

Damien da Silva é adepto do FC Porto e... espera um dia representar o clube, lembrando que acaba contrato em junho. "Espero que o FC Porto seja campeão. Seria incrível jogar lá pois desde pequeno que gosto do clube. Futuro? Logo se vê o que aparece", explica.

Defesa pode fazer parte da renovação

O eixo da defesa dos campeões europeus vai precisar de uma renovação em breve: Pepe e José Fonte, titulares no Europeu, têm ambos 34 anos e Bruno Alves já atingiu os 36. O Mundial deve ser a última prova para alguns mas ainda há Neto, com 29 anos, a mesma idade de Damien da Silva. Fernando Santos já chamou Edgar Ié a pensar na renovação, e as últimas exibições de Damien da Silva podem ajudar. O Caen tem a 6.ª melhor defesa da liga francesa, a par do Lyon. "É sempre bom sofrer poucos golos. Queremos ficar nos dez primeiros", diz, orgulhoso, Damien.


Autor: Marco Martins