Correu o Mundo a imagem de José Mourinho a entregar a medalha de finalista da Supertaça a um adepto na bancada da Telekom Arena, mas até agora ninguém sabia quem tinha sido, afinal, o felizardo que levou para casa uma prenda do Special One. O Manchester United partiu então em busca dele e acabou por encontrá-lo e apresentou-o aos adeptos, através do site oficial. Chama-se Adedeji Odumboni, tem 8 anos e esteve em Skopje acompanhado do seu pai e irmão mais velho, isto depois de uma longa viagem de 16 horas de Bristol até à Macedónia.

Mourinho ofereceu medalha da Supertaça Europeia a adepto
Já de regresso a Inglaterra, o pai do miúdo falou ao site dos red devils e explicou como tudo se processou. "No final do jogo, os miúdos estavam tristes pela derrota. Mesmo assim, como tínhamos feito uma viagem de 16 horas, achámos que valeria a pena ficar para a entrega das medalhas e, depois, para ver a volta de honra dos jogadores. Por isso ficamos por ali e, pouco tempo depois, o José veio na nossa direção. Não sabíamos o que ele ia fazer, até que esticou o braço e lhe deu a medalha. Não disse nada, apenas lhe deu uma carícia e o Adedeji agradeceu. Foi um prémio de consolação depois de termos perdido, creio. Foi fantástico e surreal para o miúdo", admitiu Ibrahimi Odumboni.

Uma longa jornada

Ora, para chegar de Bristol a Skopje, conforme dissemos, Ibrahimi Odumboni e os seus filhos tiveram de fazer uma longa viagem de 16 horas, que teve partida em Bristol. Dali rumaram a Londres, para depois seguir de avião até Sofia, na Bulgária, de onde partiram para uma viagem de carro, de seis horas, até ao destino final. Uma longa jornada que acabou com a medalha de José Mourinho nas mãos. Nada mau...

Um futuro craque?

A cara dele diz tudo: a alegria de receber a medalha de Mourinho
Admirador de Ander Herrera, Henrikh Mkhitaryan e Paul Pogba, Adedeji Odumboni tem o sonho de se tornar jogador de futebol e, na próxima semana, vai mesmo fazer testes no Southampton. Um período experimental no qual o miúdo espera impressionar, para atingir o seu outro sonho: ser o jogador melhor do Mundo... antes dos 20 anos. Pelo menos foi isso que o seu pai revelou.

"Toda a família apoia o Man. United. O Adedeji é mesmo um adepto mais efusivo do que eu e só tem oito anos. Lembro-me que, depois de ter recebido a medalha, perguntei-lhe o que aquilo significava para ele. Estava entusiasmado, mas depois disse-me 'só quero ganhar a primeira Bola de Ouro antes dos 20 anos'. Ele não quer ser conhecido como o miúdo da medalha, mas sim pela sua história, pelo seu futebol e pela paixão pelo Man. United.

Autor: Fábio Lima