John Terry poderá estar de saída do Chelsea. Depois dos londrinos terem reavido Nathan Aké, defesa que estava cedido ao Bournemouth, o técnico deste último clube terá sondado os blues e o próprio central inglês quanto à disponibilidade deste para um empréstimo.

O veterano defesa, de 36 anos, não tem sido opção para Antonio Conte esta época e, segundo a imprensa inglesa, é o preferido para ocupar o lugar deixado vago pelo jovem holandês que voltou à base. Resta saber se Terry está pronto a colocar ponto final numa carreira de 22 anos ao serviço do Chelsea, o seu clube de sempre.

Em final de contrato com os londrinos e sem perspectivas de um novo prolongamento do vínculo, o futuro de John Terry terá de passar pela saída de Stamford Bridge, se quiser prolongar a carreira de futebolista. Esta época, o central conta apenas cinco jogos na Premier League, aos quais se juntam mais três nas taças.