O treinador do Arsenal, Arsène Wenger, entrou num 'bate-boca' com Paul Merson, um antigo futebolista dos gunners que passou a ser comentador televisivo e regista no currículo análises desajustadas e tiradas polémicas.

Tudo por causa de um debate em que o antigo médio ofensivo internacional inglês comparou Harry Redknapp ao técnico francês em termos táticos.

"As pessoas gostam de dizer que ele [Harry Redknapp] é um vendedor de carros e isso é uma tremenda falta de respeito", começou por dizer Merson no programa 'A League Of Their Own' da Sky, no início da semana, defendendo o compatriota que foi recentemente demitido pelo Birmingham City: 

"Em termos de tática ele é um dos melhores com quem trabalhei. Se Arsène Wenger tivesse a sabedoria tática do Redknapp, o Arsenal era campeão."

Wenger não gostou e provavelmente fez aquilo que o agora comentador pretendia -respondeu. "Estes debates que ouço são uma comédia, uma farsa. As pessoas que nunca orientaram qualquer jogo ensinam a toda a gente como nos devemos comportar. É uma farsa", adiantou o veterano francês, puxando pelos galões: 

"Se eu realmente me importasse, acham tinha sobrevivido 18 anos no cargo? Treinei o Paul Merson ... tentei treiná-lo. Ele não me interessa."

Wenger está no Arsenal desde 1996 e só conseguiu levar o clubes á conquistado título em três ocasiões: 1997/98, 2001/02 e 2003/04.