Depois de todas as incidências à volta da possível ida de Philippe Coutinho para o Barcelona, agora foi Jürgen Klopp a dar a entender que o negócio vai mesmo acontecer. Sem nunca mencionar o nome do jogador, o treinador do Liverpool diz que não controla tudo.

"Como treinador, tenho de aceitar as decisões dos proprietários e dos jogadores, é assim que funciona. Eles decidem, por exemplo, se vendemos ou não vendemos um jogador. Tenho de o aceitar", disse o treinador depois do empate com o Watford.

Recorde-se que o jogador brasileiro não esteve nos eleitos de Jürgen Klopp para o jogo que terminou empatado 3-3.