O espanhol Fernando Llorente sabia que não ia continuar no Swansea e a 31 de agosto, último dia do mercado de transferências de verão, estava a ser disputado por dois clubes de Londres. Por isso fez as malas e arrumou tudo rumo à capital de Inglaterra. Apenas lhe tinham de dizer qual a porta onde bater, à do Chelsea ou à do Tottenham.

"Sim, é verdade que nesse dia tinha as malas feitas para ir para Londres mas não sabia para que clube era", confirmou em entrevista à rádio espanhola Cadena SER o avançado que acabou por reforçar os spurs: 

"Este ano estou de volta a um grande clube, como é o Tottenham. Conversei com o Antonio Conte [treinador do Chelsea], mas o Chelsea não chegou a acordo com o Swansea - são coisas do futebol. Foi então que recebi a chamada do [Mauricio] Pochettino [treinador do Tottenham] e fiquei maravilhado com o projeto que me 'venderam'. Estou muito feliz."

"Pochettino surpreendeu-me, apesar de o ter deforntado várias vezes. É um tipo cinco estrelas", prosseguiu Llorente, elogiando ainda o principal rival na luta pelo lugar na frente de ataque do Tottenham: "O Harry Kane também é cinco estrelas. A forma como ele finaliza na cara do guarda-redes é incrível. E é um jogador muito completo."