Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Marco Silva ainda à espera que o Watford pague o que deve

Treinador português pede seis meses de salários, mais uma compensação

O 'The Times' avança esta quinta-feira que Marco Silva está a ponderar intentar uma ação em tribunal contra o Watford mas Record pode garantir que tal não corresponde à verdade. O técnico português foi despedido há cerca de três semanas e ainda não lhe foi paga qualquer compensação. O nosso jornal sabe que o que está em causa são pagamentos que o Watford reteve relativos ao período em que o treinador estava a trabalhar no clube, não exigindo o treinador "nada para além da estrita obrigação do clube".

Enquanto o processo não estiver resolvido, Marco Silva não poderá assinar por outro clube.

O treinador assinou no verão um contrato válido por dois anos, em que deveria receber 1.5 milhões de libras por ano (cerca de 1.7 milhões de euros), mas foi dispensado depois de 24 encontros disputados na Premier League, e de uma sequência de apenas uma vitória em 11 jogos. No comunicado em que anunciou a saída do técnico, o Watford acusou Marco Silva de se distrair com o interesse do Everton, no outono, descurando, assim, a equipa.

O contrato, conta o jornal britânico, preveria uma cláusula de rescisão depois de um ano, que não chegou a cumprir, cláusula essa que, sabe Record, não existe. O Watford avança a publicação britânica, considera nada dever a Marco Silva, pois entende que o português quebrou o contrato pelo facto de ter conversado com o Everton sem autorização do clube, informação que fonte próxima do treinador português desmente ao nosso jornal. 

Adianta o 'The Times' que Marco Silva terá pedido para sair e que o Watford não acedeu. A insistência do técnico terá agitado o balneário, conduzindo aos resultados negativos.

(notícia atualizada às 14h25)
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M