Depois de ter arbitrado a final do Euro'2016 e também as decisões da Liga dos Campeões e da Taça de Inglaterra na época passada, Mark Clattenburg decidiu dar um novo rumo à carreira. Considerado o melhor árbitro inglês da atualidade e um dos melhores do Mundo, o juiz de 41 anos deixa a Premier League e vai para a Arábia Saudita.

Clattenburg já tinha anunciado em dezembro a intenção de assumir um projeto diferente e a mudança confirmou-se esta quinta-feira. A Associação de Árbitros da Premier League (PGMOL) anunciou a insólita transferência através de um comunicado em que agradece o contributo que o árbitro deu ao futebol inglês. "A PGMOL gostaria de desejar boa sorte a Mark Clattenburg num momento em que prepara a mudança para a Federação de Futebol da Arábia Saudita", referiu.

Segundo a imprensa inglesa, a saída do árbitro é imediata e Clattenburg já não dirigirá qualquer jogo na próxima jornada da Premier League, agendada para dia 25 - este fim de semana não haverá jogos do campeonato pois realiza-se mais uma eliminatória da Taça da Inglaterra. Desta forma, o encontro entre o Arsenal e o Hull City, de Marco Silva, realizado no passado sábado, ficará para a história com o último da sua carreira na prova.

O papel que irá desempenhar na Arábia Saudita não foi ainda anunciado, mas à frente da direção de árbitros da federação saudita estava o também inglês Howard Webb, de 45 anos e internacional até 2014, mas este aceitou recentemente um convite da Liga norte-americana de futebol (MLS), no sentido de desenvolver a tecnologia vídeo naquela competição.

Autor: Lusa