Podem passar anos desde que Mourinho os deixe de treinar, mas os ex-jogadores do técnico continuam a lembrar o trabalho levado a cabo pelo português. Caso mais recente disso foi Álvaro Morata que ao programa 'Fiebre Maldini', da Movistar+, assegurou que nunca esquecerá um dos muitos conselhos que recebeu no Real Madrid, numa altura em que o avançado estava a começar a dar nas vistas.

"Mourinho tem caráter, tratava bem dos jogadores da formação. Dava-nos uma no cravo outra na ferradura. Foi ele quem me fez o primeiro grande contrato no Real Madrid e disse-me: 'se estiveres bem, não tens de trabalhar na tua vida, mas agora tens de escolher onde queres chegar. Por isso, trata de trabalhar bem'. Não me foquei logo: tinha 17 anos e ia treinar para me diverir, não para ser jogador do Real ou manter a minha família. Disse-me que me tinha de focar e deu-me oportunidades", afirmou o agora jogador do Chelsea.

E prosseguiu, abordando a saída do Real Madrid: "Não pedia para ser titular. Sei que o Real Madrid tem jogadores de outro planeta, mas não joguei qualquer eliminatória na Liga dos Campeões, nenhum jogo contra Barcelona, At. Madrid ou Valencia... Gostaria muito de ter ficado para sempre no Real, sou adepto do clube, vejo os jogos, mas isso não aconteceu devido às circunstâncias".