Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Um reencontro diferente entre Mourinho e Salah

Português levou o egípcio para o Chelsea mas não o aproveitou. Agora, será ameaça séria ao United

• Foto: Reuters

Ao fim de época e meia no futebol europeu, ao serviço do Basileia, as qualidades de Mohamed Salah levaram José Mourinho e o Chelsea a gastar 16,5 milhões de euros no avançado egípcio, então com 21 anos. Foi em janeiro de 2014 e, apesar de um início promissor, o agora jogador do Liverpool não ficou com boas recordações do tempo passado em Stamford Bridge. Um ano depois, acabaria cedido à Fiorentina, reiniciando um processo de crescimento que o levaria ainda a passar duas épocas na Roma antes de rumar a Anfield, no verão passado, numa transferência que custou 42 milhões de euros aos reds. Mas, se olharmos aos números, tem valido a pena. O craque africano, agora com 25 anos, atravessa a melhor fase da carreira, preparando-se para reencontrar Mourinho, amanhã, na visita a Old Trafford para defrontar o Manchester United.

Salah já defrontou o técnico português em outubro - um nulo em Anfield -, mas a situação é, neste momento, bem diferente. Então, o Liverpool era apenas 7º na Premier League, a sete pontos dos red devils, e o egípcio procurava ainda adaptar-se à nova equipa, somando seis golos em 11 jogos pelos reds. Agora, Mourinho terá pela frente um goleador temível, com 32 tiros certeiros - 24 deles na Premier League, da qual é o melhor marcador, a par de Harry Kane - em 38 encontros sob as ordens de Jürgen Klopp. Uma média que quase duplica a da temporada passada, que era a sua melhor.

Apesar de já ter falado com Mourinho no jogo da primeira volta e garantir que não há problemas entre eles, o facto de ter sido pouco utilizado em 2014/15 (fez 30 minutos, em três jogos, na liga inglesa), na única época que iniciou sob o comando do português, tem servido de combustível para a afirmação de Salah. "Há três anos não joguei muito. Desde o primeiro dia em que regressei a Inglaterra que queria demonstrar o que posso fazer", disse, recentemente, o avançado à ‘FourFourTwo’. Até por isso, o United não pode facilitar no encontro de amanhã.

Por José Angélico
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Inglaterra

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M