O bom arranque do Watford de Marco Silva não tem criado só boas sensações entre os fãs do técnico mas também aos rivais. É o caso de Arsène Wenger, técnico do Arsenal, que visita amanhã Vicarage Road e só tem elogios para o jovem português.

"O Watford de Marco tem impressionado e o próprio treinador também. O Watford pratica um bom futebol, positivo. E Marco tem feito tudo muito bem. Já tinha deixado uma boa imagem no Hull City, ao recolocar o clube na luta pela permanência na época passada. Teve azar no fim mas agora está a provar as suas qualidades", referiu o técnico do Arsenal, que confirmou conversações com Özil para a extensão do contrato e disse que vai ter de falar com Alexis, outro elemento que termina o vínculo no verão. "As conversas [com Özil] correm bem, o jogador parece feliz. Já com o Alexis vou ter de o motivar pois falhará o Mundial."

Mudar o passado recente

Desde 28 de novembro de 1987 que o Watford não bate o Arsenal em casa. Nesse dia, Jackett e Blissett fizeram os golos (2-0) e Marco Silva mostra-se confiante. "Precisamos de mudar o curso dos resultados contra o Arsenal e temos de provar o que queremos durante a partida. Estamos contentes com o que já fizemos mas este é um novo jogo. Depois do que fizemos após a goleada frente ao City, talvez esta paragem [das seleções] não tenha vindo a calhar mas quem ficou cá trabalhou muito bem e creio que podemos estar num nível muito bom", disse, elogiando depois o Arsenal: "Nos últimos dois meses, depois da derrota frente ao Liverpool, tem estado muito bem. Ganhou seis dos últimos sete jogos e empatou o outro em Stamford Bridge." *

Autor: Hugo Neves