Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Há uma nova teoria sobre as causas da morte de Astori

Relatório médico contraria assim hipótese inicial

• Foto: EPA
O 'Corriere della Sera' avança esta sexta-feira novas informações relativamente às causas da morte do capitão da Fiorentina Davide Astori. Uma comissão de médicos especialistas nega que o jogador tenha falecido de bradirritmia (lentidão fora do normal do ritmo cardíaco), causa apontada como a hipótese inicial para a morte do italiano de 31 anos

Segundo os especialistas citados pelo 'Corriere della Sera', o central viola faleceu no seguimento de uma taquiarritmia, isto é uma súbita aceleração do batimento cardíaco. Com isto, consideram que Astori não morreu durante o sono, porque deve ter acordado com ritmo cardíaco estonteante. Alertam também que o quarto fosse partilhado com um companheiro de equipa, podia eventualmente ter sido dado um alerta.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M