Milão vai parar amanhã para assistir à 219ª edição do sempre especial dérbi da cidade. O Inter de João Mário e o Milan de André Silva defrontam-se na 8ª jornada da Serie A, num encontro em que os nerazzurri poderão deixar os eternos rivais já a 10 pontos de distância. A partida tem a lotação esgotada há muito tempo e Ezequiel Schelotto vai ser um dos ‘adeptos’ a torcer à distância. O antigo lateral do Inter e Sporting, que até já foi um herói improvável num dérbi de Milão em 2013, conversou com Record e deixou uma mensagem de apoio ao seu amigo João Mário, com quem partilhou boas recordações no balneário dos leões.

"O João é um amigo. Demo-nos sempre muito bem, não só dentro do relvado como fora. Desejo-lhe muito êxito, foi para um grande clube como o Inter. Ele é um grande jogador mas é normal que nos primeiros meses seja mais difícil, porque é preciso adaptar a uma nova realidade, bem diferente do futebol português. O Inter é um clube muito grande, que exige muito aos jogadores mas o João Mário adaptou-se rapidamente. Ele já estava habituado a esses ambientes exigentes. Em Itália falam bem dele, é uma grande referência na Seleção portuguesa e poderá ser uma do Inter no futuro. Desejo-lhe o melhor e espero que possa jogar o dérbi, porque é sempre muito especial. Desejo que ele tenha sucesso nesta etapa em Itália e que possa conquistar muitos êxitos a nível pessoal e coletivo", comentou Ezequiel Schelotto, que no último defeso se transferiu para o Brighton & Hove Albion, recém-promovido à Premier League, a troco de três milhões de euros.

Prognóstico? É fácil...

Com treze jogos disputados com a camisola do Inter, Ezequiel Schelotto não tem dúvidas sobre quem será o vencedor de domingo. "Isso é fácil! Quero que ganhe o Inter. Vivi pouco tempo em Milão mas tenho lá muitos amigos. Vencer um dérbi é sempre importante e especial para os adeptos. Desejo o melhor ao Inter", sublinhou.

"André Silva vai chegar longe"

Do outro lado estará André Silva, avançado do Milan, em quem Schelotto antevê um futuro muito risonho. "Já defrontei André Silva quando ele estava no FC Porto e é um grande avançado. O Milan comprou-o por muito dinheiro. Tal como o João, passou por uma fase em que teve de se adaptar. Com a mentalidade forte e as características que já demonstrou no FC Porto, vai seguramente chegar longe. Também lhe desejo o melhor. É um grande atacante e poderá chegar a ser um dos avançados mais importantes a nível europeu e mundial", elogiou.

Autor: Diogo Jesus