Um dos temas mais falados em Espanha esta segunda-feira foi a alegada conversa que Cristiano Ronaldo teve com Pepe, na qual o defesa central terá 'aliciado' CR7 a mudar-se com ele para Paris. Florentino Pérez foi confrontado com essa alegação e admitiu não acreditar que o internacional português tenha feito tal coisa.

"Não acredito nisso porque o Pepe é uma boa pessoa. E não iria fazer isso", disse o presidente merengue, em entrevista à Onda Cero, na qual falou ainda dos habituais assobios a CR7 no Santiago Bernabéu. "São pouquitos os que o assobiam, talvez 2 mil adeptos. O Bernabéu tem um grupo de gente que penso estarem equivocados. Temos de mudar esses. Assobiar é uma má acção. Uma coisa é a exigência e no Real há sempre uma cultura de exigência. Mas tem de ser uma exigência irracional. E não assobiam só o Ronaldo, também o Benzema e outros quando têm um dia menos bom".

Voltando a Pepe, Florentino Pérez deu conta da vontade do clube em despedir-se da melhor forma do central português. "Vi-o em Cardiff, mas não nos despedimos. Gostava de poder organizar uma despedida no Santiago Bernabéu, com todos os troféus. Disse-o ao Mendes... Até mesmo antes de convocar eleições", garantiu o líder do clube da capital espanhola, que detalhou ainda as negociações para a renovação do defesa, que acabou por não se concretizar. "Oferecemos um ano de contrato, como fazemos com todos os jogadores nessa idade e ele não quis", explicou.

Autor: Hugo Neves