Quando, em 2012, Lionel Messi conquistou a sua quarta Bola de Ouro e Ronaldo tinha apenas uma, muitos pensaram que já seria impossível para o craque português algum dia igualar os troféus do rival argentino. A verdade é que, apesar de Messi ter ganho entretanto mais uma vez, Cristiano tem-se mostrado imparável desde 2013, chegando ao dia de hoje como grande favorito à conquista da sua 5ª Bola de Ouro, tantas como o eterno rival do Barcelona. Depois de o ter igualado no Prémio FIFA, o capitão da Seleção Nacional prepara-se para repetir o feito hoje à noite, em Paris, estendendo o seu domínio nos últimos 4 anos no que a títulos individuais diz respeito.

A exceção foi, realmente, a vitória de Messi em 2015, único troféu individual que o argentino venceu no período referido, já que nunca ganhou o Prémio ‘The Best’, que teve a primeira edição em 2016.

Portugal no topo do Mundo

Se conquistar hoje o 5º galardão da ‘France Football’ – que entregou o prémio em conjunto com a FIFA entre 2010 e 2015 –, o craque português pode dar a Portugal um máximo absoluto: igualar a Alemanha e a Holanda como países com mais Bolas de Ouro (7), já que Eusébio e Luís Figo também foram distinguidos. Até porque Ronaldo também já contribui de forma decisiva para que Portugal seja o país com mais Botas de Ouro: oito, metade de CR7. Paris prepara-se para declarar o seu amor por Cristiano Ronaldo que, aos 32 anos, equilibrará os pratos da balança com Messi, de 30: este texto acaba aqui mas o duelo não merecia ter fim.

Troféu entregue na Torre Eiffel

çUm ano depois de ter recuperado para si a entrega exclusiva da Bola de Ouro, a revista francesa ‘France Football’ pretende este ano aumentar o mediatismo deste evento e escolheu um palco pomposo para a entrega do troféu: nada mais nada menos do que... o topo da Torre Eiffel! O futebolista consagrado irá receber a Bola de Ouro a 300 metros do solo, numa cerimónia que obrigará ao reforço da segurança em Paris.

Autor: Hugo Neves

Temas:

Ronaldo