Record

Miguel Luís e Simão Sabrosa: Conversa de 'bola' entre gerações

Um representa o futuro, o outro é um símbolo do passado. Miguel Luís é uma das figuras da atual formação do Sporting e nasceu em 1999, altura em que Simão Sabrosa jogava... pelos leões. Separados por 20 anos, os dois trocaram ideias sobre futebol, no âmbito de uma iniciativa organizada pela Adidas. A diferença geracional fica bem patente quando a questão passa pela última competição de que ambos se lembram. Enquanto o mais velho, de 38 anos, ainda tem memórias do Mundial do México (1986), Miguel, de 18, já só se lembra da competição de África do Sul (2010), onde Simão fez os últimos jogos pela Seleção Nacional.

Sem surpresas, os ídolos de ambos também são diferentes. "O meu era o Figo. (...) Via-o treinar-se todos os dias ", disse o ex-internacional português. Já o ‘miúdo’, além de Luka Modric e Iván Rakitic, falou em Xavi e Andrés Iniesta, antigos companheiros... do seu colega de entrevista e com quem espera jogar um dia. "Aproveita para dizer que também gostavas de jogar com o William Carvalho e companhia para te puxarem [o Sporting] para a equipa principal", brincou Simão. "Obviamente que gostava de jogar. Também gostava de um dia jogar com o Adrien, que já não está no Sporting e com quem não tive a oportunidade de me cruzar", respondeu o jovem, consciencializado de que ainda tem muito por fazer para singrar. Pelo menos, foi o que deu a entender logo após Simão recordar as sugestões que recebia do "senhor" Aurélio Pereira. "O melhor conselho que já me deram foi para nunca pensar que já ganhei tudo, mesmo quando tiver conquistado muito (...) Terei sempre muito para aprender", vincou o ainda jovem prodígio.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias
M M