A fratura na tíbia sofrida por André Gomes ao serviço da Seleção de sub-19, corrigida com uma intervenção cirúrgica ainda em Tiblissi, fará com que o jovem lateral esteja fora de competição pelo menos até ao início de fevereiro.

"Este tipo de intervenções obrigam a uma paragem longa, que no caso do André será no mínimo de cinco meses, mas é uma situação que será reavaliada pelos médicos do FC Porto, uma vez que mudou de clube recentemente", disse-nos o médico da Seleção, Augusto Roxo. "A reavaliação vai ocorrer após retirarem o material osteossintético colocado (placa de metal e parafusos).

André quis ficar com a Seleção na Geórgia mas "está limitado ao hotel, deslocando-se apenas para as refeições e em situações excecionais, caso dos jogos da equipa", frisou o médico.

Portugal, líder do Grupo C no Mundial de sub-19, defronta hoje a Polónia, que também luta pelos quartos-de-final. "Teremos de nos superar mais uma vez e fazer tudo bem feito para conseguirmos vencer a Polónia, um adversário difícil que só perdeu com a Croácia até ao momento" referiu o selecionador nacional, Paulo Pereira.

Autores: P.G.