O FC Porto venceu este sábado o Belenenses (34-26) e manteve a perseguição ao líder Sporting, em partida da 24ª jornada, disputada no Pavilhão Dragão Caixa, no Porto.

A turma do Restelo realizou uma grande primeira parte, chegando ao intervalo a vencer por um golo (17-16). Mas o vermelho a Fábio Semedo, por disparar um livre de 9 metros na cara de António Areia, deitou tudo a perder.

Os dragões, já com o guarda-redes Alfredo Quintana na baliza, fizeram um parcial de 9-1 e arrumaram a contenda, dominando o resto do tempo.

Para além da boa exibição de Quintana, que sofreu apenas nove golos, o FC Porto contou ainda com a boa disponibilidade de Daymaro Salina (5 golos), enquanto Aleksander Spende, Yoel Morales, José Carrillo e Miguel Aleves marcaram 4 cada.

João Ferreira foi o mais inconfomado do Belenenses, marcando 9 golos e cotando-se como melhor marcador da partida.

Lars Walther, treinador do FC Porto, queria mais da equipa: "Fiquei desapontado com a primeira parte, mas na segunda a eficácia de Quintana veio ao de cimo."

João Florêncio, técnico do Belenenses, ficou com a estratégia estragada: "Com a desqualificação de Fábio Semedo perdemos um jogador crucial na nossa defesa. Com um plano de maior risco, as coisas não correram tão bem na segunda parte."



Autor: Alexandre Reis