A marchadora Inês Henriques, campeã mundial e recordista dos 50 quilómetros, saudou esta quarta-feira a inclusão da prova nos Mundiais'2018 por equipas, considerando a decisão da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) como "mais uma conquista".

Inês Henriques, de 37 anos, que tem lutado pela igualdade das distâncias entre os setores masculinos e femininos nas provas de marcha, manifestou o seu contentamento com a presença da distância nos Mundiais2018 através da sua conta na rede social Facebook.

"Mais uma conquista. Os 50kms de marcha femininos vão estar nos Campeonatos do Mundo por equipas no próximo ano", referiu Inês Henriques, atleta de Rio Maior, referindo-se à competição a decorrer em Taicang, na China, a 05 e 06 de maio.

Inês Henriques estreou-se em Mundiais em Edmonton2001, com 21 anos, numa prova de 20 quilómetros em que acabou desqualificada e depois terminou na 25.ª posição a mesma distância nos Jogos Olímpicos de Atenas2004

A atleta foi uma das pioneiras a abraçar a distância de 50 quilómetros e, depois de um primeiro recorde não oficial, sagrou-se campeã mundial com a melhor marca (4:05.56 horas), em Londres, em 13 de agosto deste ano.

Autor: Lusa