Acabaram-se as dúvidas. Os atletas que querem competir na maratona pela Seleção Nacional no Europeu em Berlim (7 a 12 de agosto de 2018) terão de informar, por escrito, até 15 de maio, a Federação, segundo apurou Record.

Em cima da mesa está uma proposta nesse sentido feita pela direção técnica nacional, que nestas últimas semanas tem feito várias reuniões no sentido de apresentar os critérios de seleção para todas as competições importantes na próxima temporada.

Tanto quanto o nosso jornal conseguiu apurar, existe um consenso bastante alargado no que respeita à prova da maratona, que terá lugar no último dia do Campeonato da Europa, a 12 de agosto. E a principal novidade tem a ver com o facto de passar a haver um compromisso por parte do atleta. Ou seja: quem quiser correr a maratona fará unicamente essa prova no Europeu, não podendo acumular com a presença noutra distância como, por exemplo, os 10 mil metros.

Desta forma pretende-se eliminar dúvidas e ter certezas em relação à maratona. Até 15 de maio ficará a saber-se a lista dos interessados. O prazo para a obtenção de mínimos decorre entre 1 de outubro de 2017 e 6 de maio de 2018.

Os mínimos ainda estão a ser estudados, mas em princípio haverá duas categorias. Nos homens, quem fizer menos de 2:13.30 horas está dentro do mínimo A, sendo o mínimo B de 2:15.00 horas.

Em femininos, onde tem havido por vezes mais do que três atletas a fazerem marca, provocando algumas situações mais delicadas, o mínimo A é de 2:31.30 horas e o B é de 2:32.30 horas.

Autor: Norberto Santos