Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Sérvia supera Itália e marca encontro com Rússia nas 'meias'

Vitória por 83-67

• Foto: Reuters
A Sérvia, à procura do primeiro título desde o fim da Jugoslávia, qualificou-se esta quarta-feira para as meias-finais do campeonato da Europa, ao bater a Itália por 83-67, em Istambul.

Os comandados de Aleksandar Djordjevic, que marcaram encontro com a Rússia, conseguiram um parcial de 26-16 no segundo período e ganharam avanço (44-33), que, depois, controlaram até final, para vencerem de forma folgada.

Bogdan Bognadovic, autor de 22 pontos, foi a grande figura da formação sérvia, na qual mais cinco jogadores marcaram nove ou mais pontos, incluindo o 'gigante' Boban Marjanovic, que totalizou 10, mais sete ressaltos e quatro assistências.

Na formação italiana, os melhores marcadores foram Marco Belinelli, com 18 pontos, e Luigi Datome, com 15.

Nas meias-finais, num embate marcado para sexta-feira, a Sérvia vai medir forças com a Rússia, campeã da Europa em 2007, que bateu a Grécia por 74-69.

Os gregos viraram na frente o primeiro período (24-17) e também os dois seguintes (37-31 e 53-51), mas já em perda para os russos, que ganharam o segundo por 14-13, o terceiro por 20-16 e o derradeiro por 23-16, fechando com cinco pontos à maior.

O equilíbrio durou, no entanto, quase até final, sendo que, a perder por 68-66, o conjunto helénico teve dois 'triplos' para voltar à liderança, que Kostas Sloukas, primeiro (a 1.57 minutos do fim) e Nick Calathes, depois (a 1.09), desperdiçaram.

A Rússia sobreviveu e assegurou um lugar nas 'meias', liderada por Alexey Shved, que só acertou sete de 22 'tiros' de campo, por culpa de dois em 11 nos 'triplos', e cometeu sete 'turnovers', mas acabou o jogo com 26 pontos e cinco assistências.

O poste Timofey Mozgov foi também determinante na vitória do cinco de Sergey Bazarevich, com 15 pontos - seis em oito nos lançamentos de dois - e 10 ressaltos, enquanto Andrey Vorontsevich contribuiu com oito pontos e 12 ressaltos.

Na seleção grega, que pagou muito caro os míseros 50 por cento nos lances livres (10 em 20), destaque para os 25 pontos, sete assistências e cinco ressaltos de Calathes e os 19 pontos e cinco ressaltos de Georgios Printeziz.

Na quinta-feira, realiza-se a primeira meia-final, entre a detentora do título Espanha, que bateu nos quartos de final a Alemanha por 84-72, e a Eslovénia, vencedora por 103-97 face à Letónia, em encontros disputados na terça-feira.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Eurobasket

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M