Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Federação da Noruega pede desclassificação... do seu próprio atleta

Reconhece que Eivind Vold cometeu irregularidade no K1 5000

• Foto: Bruno Teixeira Pires
Já aqui demos conta do gesto de desportivismo de Eivind Vold, que no Instagram reconheceu o ato de 'batota' na final de K1 5000 dos Mundiais de canoagem, dando a medalha de bronze ao espanhol Javier Hernanz, o atleta que havia terminado imediatamente atrás de si. Ora, o fair play não se ficou por aí, já que esta terça-feira a própria Federação Norueguesa de Canoagem decidiu avançar com um pedido junto da Federação Internacional (ICF), a pedir a desclassificação do seu próprio atleta.

Para mais, o próprio Vold também escreveu uma carta à ICF, onde deixa clara a sua vontade de abdicar do bronze. "Reconheço o Javier Hernanz como legítimo vencedor da medalha de bronze, já que ninguém deu conta do erro que cometi quando não passei pela sexta boia na última etapa", escreveu o norueguês.

Recorde-se esta prova de K1 5000 foi aquela em que Fernando Pimenta conquistou a sua segunda medalha de ouro. Quanto a Vold, refira-se que o norueguês inicialmente foi desclassificado pela organização, tendo a decisão sido revertida pouco depois, voltando o bronze à posse do nórdico. Contudo, e depois de ver as imagens da prova, o canoísta detetou a irregularidade e denunciou-a à ICF, que agora terá de decidir se aceita ou não este pedido.
Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Canoagem

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M