O ciclista italiano Davide Cimolai (FDJ) impôs-se esta segunda-feira ao sprint na primeira etapa da Volta à Catalunha, vestindo a primeira camisola de líder da prova espanhola.

Vencedor da penúltima etapa no ano passado, Cimolai repetiu o feito no final dos 178,9 quilómetros, com início e final em Calella, batendo num emocionante mano a mano o francês Nacer Bouhanni (Cofidis), com o italiano Kristian Sbaragli (Dimension Data) a ser terceiro.

O italiano foi o primeiro do pelotão, que, na sua totalidade, cumpriu a tirada em 4:28.21 horas. Assim, com o mesmo tempo do vencedor chegaram Ricardo Vilela (Manzana Postobón), Nelson Oliveira (Movistar), Tiago Machado (Katusha), José Gonçalves (Katusha) e José Mendes (Bora-hansgrohe).

Graças às bonificações, Cimolai tem quatro segundos de vantagem na geral sobre Bouhanni, com Sbaragli a ocupar a terceira posição, a seis segundos.

Vilela é o melhor português, no 54.º lugar, com Oliveira (68.º), Machado (83.º), Gonçalves (124.º) e Mendes (132.º) todos a dez segundos do italiano.

Na terça-feira, a segunda etapa vai fazer as primeiras grandes diferenças na geral, uma vez que a Volta a Catalunha propõe um contrarrelógio por equipas anormalmente longo, de 41,3 quilómetros, com início e final em Banyoles.

Autor: Lusa