O português Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo) terminou este domingo no 18.º lugar Tour Down Under, que terminou, em Adelaide, com o triunfo final do australiano Richie Porte (BMC).

O também australiano Caleb Ewan (Orica-Scott) conquistou o seu quatro triunfo em etapas da prova, impondo-se aos sprint, em 01:55.28 horas, ao eslovaco Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) e ao esloveno Marko Kump (UAE Abu Dhabi), que terminaram com o mesmo tempo.

Guerreiro, Tiago Machado e José Gonçalves, ambos da Katusha-Alpecin, também não perderam tempo para o vencedor, ao chegarem nas 30.º, 66.ª e 81.ª posições, respetivamente.

Na classificação geral, Porte, depois dos segundos lugares em 2015 e 2016, venceu com uma vantagem de 48 segundos sobre o colombiano Esteban Chaves (Orica-Scott), enquanto os seus compatriotas Jay McCarthy (Bora-Hansgrohe) e Nathan Hass (Dimension Data) ficaram a 51 segundo, repartindo o terceiro posto.

Os portugueses em prova mantiveram as posições da véspera, tendo o 18.º lugar final de Rúben Guerreiro valido o terceiro posto na classificação da juventude, conquistada pelo colombiano Jhonatan Restrepo (Katusha-Alpecin). Gonçalves concluiu a prova no 30.º lugar e Machado no 58.º.

Autor: Lusa