Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

W52-FC Porto quer procurar manter a hegemonia em Portugal

Equipa foi apresentada esta quinta-feira

• Foto: Pedro Trindade
A equipa de ciclismo profissional da W52-FC Porto, apresentada esta quinta-feira em Sobrado, vai procurar manter a hegemonia da modalidade em Portugal, contando com os últimos três vencedores da Volta, Veloso, Vinhas e Alarcón.

"Sabemos que irá haver um dia em que não iremos ganhar, mas a nossa aposta e o nosso trabalho passam por voltar a vencer, mais focados naturalmente na Volta a Portugal. A equipa é forte e estamos a trabalhar com muita dedicação e redobrada confiança, existindo uma boa expetativa de vitórias", disse Nuno Ribeiro, diretor desportivo da equipa, no final da cerimónia realizada na Casa das Artes de Sobrado.

A W52-FC Porto conta nas fileiras com 12 ciclistas, entre os quais Gustavo Veloso, que será o chefe-de-fila, o sobradense Rui Vinhas e Raul Alarcón, precisamente os três últimos vencedores da Volta a Portugal, embora Nuno Ribeiro arrisque numa decisão entre Veloso e Alarcón.

"Não é fácil ganhar, todos queremos lá chegar, mas só um pode vencer e, para mim, cada ano é mais complicado. Se calhar, sou o chefe-de-fila pelos cabeços brancos [risos]. A nossa responsabilidade é grande e a equipa é a mais forte, mas só os nomes não chegam", disse Gustavo Veloso, líder da equipa e vencedor da Volta em 2014 e 2015.

Com a Volta a Portugal como principal objetivo e sem adversários e formações capazes, até ao momento, de destronar a superioridade da W52-FC Porto, equipa vencedora na prova rainha portuguesa nos últimos anos, Raul Alarcón, vencedor em título da Volta, disse estar tranquilo e não acusar pressão extra.

"Estou tranquilo, a equipa manteve as suas principais unidades e o objetivo é vencer. Não será fácil, cada vez é mais difícil, mas vamos procurar fazer bem o nosso trabalho e entrar na discussão do maior número de provas", disse o corredor de Alicante, atualmente a recuperar de uma queda sofrida na prova de abertura.

Amaro Antunes, agora a correr na Polónia (CCC Sprandi Polkowice), é a principal baixa da W52-FC Porto, que este ano se reforçou com José Neves (ex-Liberty Seguros/Carglass) e César Fonte (ex-LA Alumínios-Metalusa).

Além de marcar presença nas principais provas portuguesas, a equipa nortenha vai voltar a correr no estrangeiro, estando confirmadas presenças em Espanha e França, nomeadamente, existindo a possibilidade de uma participação na China. No imediato, os ciclistas da W52-FC Porto vão participar na Clássica da Arrábida, em Setúbal, no fim de semana, seguindo-se a Volta ao Alentejo.

Equipa da W52-FC Porto para 2018: Gustavo Veloso, Rui Vinhas, Raul Alarcón, Ricardo Mestre, José Neves (ex-Liberty Seguros/Carglass), Tiago Ferreira, Daniel Freitas, João Rodrigues, Angel Rebollido, César Fonte (ex-LA Alumínios-Metalusa), António Carvalho e Samuel Caldeira.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M