Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Luta pela Vuelta começa em Málaga

Não há Froome nem Thomas, mas arranca hoje um lote de luxo que promete dar espetáculo

• Foto: EPA
Acabou a espera! É já hoje que começa a Vuelta, com vários ciclistas a prometerem dar espetáculo durante os 3.254 quilómetros, ao longo de 21 etapas. Sem contar com o vencedor do ano anterior, Chris Froome, nem do seu colega de equipa da Sky, Geraint Thomas, surgem muitos candidatos a chegar com a camisola vermelha a Madrid, a 16 de setembro.

Na linha da frente pela conquista do título da 73ª edição da Vuelta está Vincenzo Nibali, corredor da Bahrain-Merida que envergará o dorsal número um, face à referida ausência de Froome. Pressão acrescida para o italiano de 33 anos? "Nada disso! O meu objetivo passa por ser protagonista em várias etapas e contribuir para o espetáculo", admitiu o vencedor da edição de 2010 e segundo classificado em 2013 e em 2017.

Mas há mais homens fortes, candidatos à sucessão de Froome e, no lote dos favoritos, estão mais três anteriores vencedores da Vuelta: o colombiano Nairo Quintana (2016), o italiano Fabio Aru (2015), o espanhol Alejandro Valverde (2009). Nas casas de apostas surgem ainda outros nomes, como Richie Porte (BMC) e o britânico Simon Yates (Mitchelton-Scott).

Depois de o Tour não ter contado com representantes portugueses, a Vuelta tem quatro lusos na estrada: Nelson Oliveira (Movistar), José Mendes (Burgos) e José Gonçalves e Tiago Machado (ambos da Katusha).
Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Vuelta

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M