Conor McGregor é um homem temível. Seja pelos títulos conquistados, seja pelo respeito que impõe por ser uma verdadeira máquina de destruição. Na recente entrevista à GQ Style, o lutador irlandês abordou vários temas, entre eles a chegada do primeiro filho, que nasce em maio. E foi claro – quando estiver com o menino nos braços, é melhor não se aproximarem.

"É um facto, sou muitas vezes engolido pela multidão. Mas se as pessoas se aproximarem de mim em busca de fotografias quando tiver o meu filho nos braços, alguém se vai magoar a sério", revelou.

E foi mais longe, assegurando que apenas o ‘rebento’ poderá igualar os seus feitos: "A única altura em que os meus recordes vão ser batidos será quando ele competir. Vou treinar o meu filho e espero que seja um grande lutador."

Mais a sério, McGregor assumiu que está ansioso pela paternidade e que acredita que a chegada do filho o fará ser "mais atinado e melhor pessoa". Veremos...


Autor: João Seixas