A competição internacional de skaters Lisboa Stone Crushers realiza-se pela primeira vez em Portugal, entre quinta-feira e sábado, e promove a "vertente cultural e artística do skate" praticado num ambiente urbano, segundo a organização.

O principal intuito do Lisboa Stone Crushers é, segundo Pedro Raimundo, mentor do projeto, mostrar a quem passa pela cidade "a riqueza que o skate tem".

Nesta ocasião o 'vert skate' une-se ao 'street skate' para criar um "espetáculo para toda a família".

Portugal recebe pela primeira vez uma competição mundial da modalidade 'vert skate', com um 'half-pipe' (estrutura para a prática de skate) com cerca de sete metros de altura instalado na Praça do Marquês do Pombal.

Os skaters vão mostrar as suas qualidades noutros locais, como a Praça do Martim Moniz.

No Parque Eduardo VII vai ser possível assistir a competições de 'street skate' e ainda à exposição 'Skatomize' e à estreia do documentário 'Devoted', de Lucas Beaufort.

Pedro Raimundo, skater há mais de 25 anos e que depois de assistir a vários eventos internacionais decidiu trazer algo semelhante para país, acrescentou que "Portugal já é referência na rota internacional do skate", mas ainda é necessário "passar a mensagem para quem não está por dentro deste estilo de vida".

Não é preciso ser-se profissional para participar na competição - qualquer skater pode inscrever-se "na categoria amador e pró, seja em Portugal ou no estrangeiro", mencionou o organizador.

A organização espera também "que a cidade e todas as pessoas que possam assistir e participar tenham uma melhor ideia do que o skate pode trazer às ruas, à juventude".

Pedro Raimundo adiantou que "alguns dos melhores skaters do mundo querem vir já conhecer a cidade" e que a organização está a trabalhar na edição do próximo ano.

Em jogo, para o vencedor do primeiro prémio, estão 14 mil euros.

A competição é feita em parceria com a Entre Mercúrio e Marte, a Câmara Municipal de Lisboa, The Board, Surge, entre outras.

Autor: Lusa