O secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, elogiou o desempenho da Missão de Portugal nos Jogos Europeus, que terminam este domingo em Baku e dos quais a comitiva lusa se despede com 10 medalhas conquistadas.

"O desporto nacional deu, nos últimos dias, uma prova de enorme vitalidade, constituindo-se como um exemplo de capacidade e de superação para todos", justificou o governante, em nota enviada às redações.

O governante felicita toda a comitiva "pela excelente prestação alcançada, com particular destaque para as 10 medalhas conseguidas" no Azerbaijão.

"A todos envio um agradecimento publico pela forma como elevaram o nome de Portugal bem alto, não só pelos resultados muito positivos, mas também pela atitude e maneira de estar que muito honraram o nosso país", felicitou.

Emídio Guerreiro esteve presente em Baku nos primeiros dias da competição e enalteceu o "excelente ambiente que se viveu entre todos", nomeadamente atletas, treinadores, médicos, fisioterapeutas, técnicos do Comité Olímpico de Portugal (COP) e responsáveis da Missão, liderada por José Garcia.

Portugal termina os Jogos Europeus com 10 medalhas, após as conquistas de ouro de Telma Monteiro, no judo, de Rui Bragança, no taekwondo, e de Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo, no torneio de ténis de mesa por equipas.

A prata surgiu com João Silva, no triatlo, João Costa, no tiro, e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros, na canoagem, enquanto Júlio Ferreira, no taekwondo, a dupla composta por Beatriz Martins e Ana Rente, nos trampolins sincronizados, e a seleção de futebol de praia amealharam bronze.