Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Ibtihaj Muhammad no Riopara acabar com o preconceito

É a primeira atleta norte-americana a competir nos Jogos com o véu muçulmano

• Foto: Reuters

"Não quero que ela se esqueça de se divertir. Digo-lhe muitas vezes que não tem de carregar a nossa comunidade inteira nos seus ombros", revelou a mãe de Ibtihaj Muhammad, a primeira atleta norte-americana a competir nos Jogos com o véu muçulmano, que cobre a cabeça e o pescoço.

Numa edição dos Jogos marcada pela presença de muitas mulheres oriundas de países árabes, Muhammad parece ter sido escolhida pela esgrima, já que revela que o equipamento permite que as pessoas a vejam apenas pelas suas "ideias e habilidades". Mas chegaram a dizer-lhe para não usar o véu nos Jogos... "Pensei que estivessem a brincar", atirou.

Eliminada ontem nos oitavos-de-final do sabre pela francesa Cecilia Berder, entre os treinos durante a semana, é mentora de cerca de 200 crianças numa fundação de esgrima. Aqui, Muhammad não poupa nos discursos quase sempre direcionados para que os mais novos lutem pelos seus sonhos. "Estou contente por poder mudar estereótipos e conceções erradas acerca das mulheres muçulmanas. Quero mostrar a todos que podem estar numa equipa olímpica."

Chegou a ser questionada por um civil nas ruas de Nova Iorque se era "terrorista" e se iria "rebentar qualquer coisa". Ibtihaj Muhammad é uma das 100 personalidades mais influentes do Mundo em 2016, segundo a revista ‘Time’, e não esconde a preocupação em relação à candidatura de Donald Trump. "Temo pela segurança das minorias no país, mas estou esperançada de que as coisas mudem brevemente."

Por Inês Cunha
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Esgrima

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M