Portugal já está apurado mas ainda tem um jogo nesta fase de grupos. Esta quarta-feira, contra a Argélia, é apenas para cumprir calendário, já que para perder o primeiro lugar seria preciso uma catástrofe. "É bom estar nesta situação, saber que o jogo não é necessário para atingir os quartos-de-final. Vamos tentar recuperar os jogadores mais utilizados e claro que a ideia é sempre ganhar. Ficar em primeiro e ter de viajar para Brasília não é o melhor em termos logísticos mas é o que queremos", atirou Rui Jorge antes do treino desta terça-feira.

Ainda não há adversário definido nos quartos-de-final - Alemanha, México ou Coreia do Sul são as possibilidades -, mas o mais importante é Portugal continuar a seguir o caminho. "A medalha está mais perto. Estando nos quartos-de-final, uma vitória dá acesso a um jogo que nos pode dar essa mesma medalha", lembrou o selecionador. É que se Portugal chegar às meias-finais terá sempre o jogo de 3.º e 4.º lugar, o que pode dar uma medalha de bronze.

Autor: David Novo. Rio de Janeiro. Brasil