Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Treinador alemão acusa: «Todo o sistema está doente»

Oliver Caruso denuncia doping sistemático na ex- URSS

• Foto: Reuters
Vários países, entre os quais os da antiga URSS, recorreram sistematicamente ao doping no halterofilismo e as autoridades competentes "fecharam os olhos", denunciou um treinador alemão da modalidade, numa entrevista ao jornal 'Bild'.

"Além da Rússia e da Bulgária, já excluídos dos Jogos Rio'2016, outros países recorreram ao doping sistemático. O Cazaquistão, a Bielorrússia, o Uzbequistão, a Arménia, a Moldávia, a Ucrânia e a Roménia deviam igualmente ter sido excluídos", disse Oliver Caruso, que, ao longo da entrevista, também menciona o Azerbaijão e a Roménia.

O treinador, que integra a seleção alemã de halterofilismo nos Jogos Rio'2016, considerou que "todo o sistema está doente", e pediu ao Comité Olímpico Internacional (COI) que tome "medidas radicais".
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Halterofilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M