Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Atiradora brasileira em risco de vida ao ser baleada na cabeça

Numa tentativa de assalto no Rio de Janeiro

• Foto: Globo.com
Uma atiradora brasileira está entre a vida e a morte, depois de ter sido baleada na cabeça numa tentativa de assalto no Rio de Janeiro, que regista um aumento da violência a dois meses dos Jogos Olímpicos.

Anna Paula Cotta, que falhou o apuramento olímpico para o Rio'2016 no tiro, foi ferida enquanto conduzia na zona norte da cidade, que, a partir de 5 de agosto, será palco dos Jogos Olímpicos.

De acordo com a imprensa brasileira, a atiradora de 27 anos, que é sargento na escola naval, foi intercetada pelos assaltantes pouco depois de sair de casa e, quando tentou fugir, foi alvejada pelo grupo, que disparou várias vezes contra o seu carro.

"Foi realizada uma peritagem no local. Os agentes estão à procura de imagens [de câmaras de segurança] e de provas", indicou a polícia local à AFP.

O ataque a Cotta, que se encontra hospitalizada em estado muito grave, sucede-se ao assalto à mão armada sofrido pelos elementos da equipa espanhola olímpica de vela, no mês passado, no Rio de Janeiro.

Segundo um relatório do Instituto de Segurança pública, entre janeiro e abril, 1.715 pessoas foram mortas no Rio de Janeiro, o que representa um crescimento de 15,8 por cento em relação a igual período de 2015.

As autoridades brasileiras anunciaram que 65.000 polícias e 20.000 soldados, o dobro dos efetivos de Londres'2012, serão mobilizados para garantir a segurança nos Jogos Olímpicos.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Tiro

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M