Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

João Costa sempre candidato

Estreia-se hoje nos seus quintos Jogos, em pistola de ar comprimido a 10 metros

• Foto:  Luís Manuel Neves 

Aos 51 anos, João Costa é o ‘menos jovem’ dos portugueses presentes no Rio de Janeiro e um daqueles atletas a quem nos habituámos a pedir medalhas. E hoje tem a oportunidade de vencer a primeira do palmarés, em pistola de ar comprimido a 10 metros (eliminatórias às 17 horas de Lisboa e possível final às 19h30), prova onde foi prata nos Jogos Europeus do ano passado, bronze nos Campeonatos da Europa de 2014 e 7º classificado em Londres’2012 e em Sydney’2000, na primeira aventura olímpica.

E mesmo estando nos seus quintos Jogos, o atirador garante que a ansiedade está lá até para quem é experiente. "A pressão existe sempre, não há volta a dar. Estamos nuns Jogos Olímpicos, é uma carga de stress maior", diz o atleta do Sporting.

Sempre franco em relação às suas opiniões, João Costa critica severamente a sala das finais, onde espera "dar uns tiros". "Ali quem manda não é o atleta ou nem a parte desportiva, mas as câmaras de televisão. Têm uma determinada luz... muita luz! Nós nunca disparámos naquele tipo de luz e os que lá forem vão ter algumas dificuldades." Esperemos que João Costa possa sentir essas dificuldades... "Nessa altura nem estou a pensar na luz sequer, tenho de me concentrar na parte técnica do tiro."

Por Lídia Paralta Gomes. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Tiro

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M