Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Jorge Fernandes: «Não vamos aceitar mais migalhas»

Presidente federativo quer condições de treino funcionais para a Seleção

• Foto: Pedro Simões

O presidente da federação portuguesa, Jorge Fernandes, ficou muito satisfeito com os resultados da participação nacional no Europeu, que decorreu em Telavive, Israel. Mas quer melhorar as condições de treino da Seleção, reivindicando instalações que sejam funcionais.

"Não vamos aceitar mais migalhas. A sala do Jamor é uma adaptação, à qual neste momento falta ar condicionado e o tapete do Estádio Universitário tem um horário rígido, entre as 19h30 e as 21h30, que não se coaduna com as nossas necessidades. Uma vez por todas, é necessário termos instalações de raiz para o judo, funcionais e adaptadas à nossa realidade", sustentou Jorge Fernandes.

O líder associativo fez um balanço dos resultados em Telavive para justificar as suas exigências. "Estamos muito satisfeitos. Há um excelente ambiente na equipa e os resultados foram dos melhores de sempre, embora faltasse mais uma ou outra medalha, mas ficou demonstrado que pouco faltou para lá se chegar. Um 3º lugar (Telma Monteiro), dois 5ºs (Anri Egutidze e Yahima Ramirez), três 7ºs (Jorge Fonseca, Patrícia Sampaio e João Crisóstomo) e três 9ºs (Sergiu Oleinic, Joana Ramos e Catarina Costa) demonstram que estamos prontos para o ciclo de qualificação olímpica que começa em maio", adiantou o dirigente.

A próxima luta a curto prazo é discutir as grelhas de integração no Projeto Olímpico, com a FPJ a esgrimir um braço de ferro com o Comité Olímpico de Portugal (COP). "Temos conseguido dar todas as condições aos atletas e agradeço o empenhamento de Augusto Baganha (IPDJ), João Paulo Rebelo (SEJD) e José Manuel Constantino (COP), embora não possa dizer o mesmo dos colaboradores deste último. Não temos a culpa de ter bons resultados, pelo que têm de ser justos e que entendam o modelo competitivo do judo, pois é diferente das outras modalidades. Não percebo o porquê de quererem ignorar os 9ºs lugares nos Mundiais (semifinalista) no que diz respeito às grelhas de integração da preparação para Tóquio’2020. Não posso assinar um documento com o qual não concordo", concluiu Jorge Fernandes. 

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Judo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M