Com 11 medalhas conquistadas em Europeus – cinco de ouro, uma de prata e cinco de bronze –, Telma Monteiro é o talismã ideal para a Seleção, em estágio desde esta segunda-feira no Jamor, na reta final da preparação para os Campeonatos do Velho Continente, entre os dias 20 e 23, em Varsóvia.

A medalhada com o bronze nos Jogos do Rio’2016 (57 kg) encontra-se a recuperar de uma operação, mas mesmo assim não vai perder a oportunidade de viajar com os companheiros, de forma a apoiá-los na luta pelos pódios.

"Portugal pode fazer um bom Europeu e chegar às medalhas. Os atletas estão a fazer um bom trabalho, tendo três judocas experientes, Joana Ramos, Jorge Fonseca ou Sergiu Oleinic. Depois, há atletas mais novos, pelo que vai ser uma experiência diferente para cada um, mas todos têm uma grande ambição", revelou Telma.

Quanto à recuperação da cirurgia, feita em janeiro, ao ombro esquerdo, a judoca das águias diz que vai haver novidades: "Está tudo a correr bem e em maio já espero voltar a treinar judo. Vou sendo reavaliada até ficar a 100%."

Telma desejou um rápido restabelecimento aos companheiros do Benfica, os olímpicos Célio Dias e Nuno Saraiva, grandes baixas para o Europeu: "Estão a recuperar bem e a tempo de realizarem um bom ciclo até Tóquio’2020. O apuramento olímpico foi muito exigente e apareceram algumas lesões."

Quanto ao trabalho da nova direção da Federação, Telma está confiante: "Tenho estado um pouco por fora, mas está a haver uma restruturação e acredito que vai correr tudo bem."

Tsunoda e Hormigo com Pedro Soares

O treinador do Sporting, Pedro Soares, vai coadjuvar no Europeu os selecionadores nacionais, Go Tsunoda e Ana Hormigo. É que o quadro da prova está definido e os leões ‘emprestam’ seis judocas à Seleção, com Sergiu Oleinic (66 kg) e Jorge Fonseca (100 kg) a cotarem-se como candidatos às medalhas, ao serem 5.º e 8.º cabeças-de-série nas respetivas categorias.

O clube de bronze na Golden League masculina (equipas) é, aliás, um dos emblemas mais bem representados em Varsóvia, com nove atletas, contando ainda com o azeri Rustam Orujov (73 kg), o espanhol Nikoloz Sherazadishvili (90 kg) e o ucraniano Iakiv Khamo (+100 kg). Ana Hormigo revelou o trabalho iniciado no Jamor: "A Seleção está a trabalhar bem, na fase em que se ultimam os pormenores técnico-táticos."


Autor: Alexandre Reis