Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Hamilton escapa com reprimenda e mantém vitória na Alemanha

Após reunião de uma hora com os responsáveis da corrida

A carregar o vídeo ...
O movimento de Hamilton que causou polémica
Lewis Hamilton foi alvo de uma reprimenda da FIA mas mantém a vitória no Grande Prémio da Alemanha, após uma investigação a um movimento que protagonizou durante a corrida deste domingo.

Após o despiste de Vettel, o piloto da Mercedes dirigia-se para as boxes quando recebeu ordens em sentido contrário. Assim, virou o carro de volta à pista, tendo mesmo pisado a relva para tal. No final da corrida, os responsáveis reuniram-se para analisar a situação e chamaram Hamilton para prestar declarações, num encontro que durou aproximadamente uma hora.

Pouco depois, um comunicado oficial confirmou uma repreensão ao piloto, apesar de ter ficado "claro que houve uma infração" dos regulamentos quando "o piloto atravessou claramente a linha que separa a pista da entrada das boxes".

O facto de Hamilton e a equipa terem admitido o erro, este ter decorrido durante um período com 'safety car' e não ter existido perigo para outros pilots na mudança de direção contribuiram para este desfecho, segundo a mesma nota.

Ainda antes de ser conhecida esta investigação, o piloto inglês comentou a ação na conferência de imprensa.

"Pediram-me para ir à box. Mas depois disseram-me que estava lá o Kimmi e para me manter fora. Mas eu já estava a entrar. Então comecei a virar e tentei passar por cima da relva. Mas disseram-me 'não, segue para dentro', quando já estava de volta à pista", explicou.
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M