O motard português Joaquim Rodrigues (Speedbrain) foi o oitavo mais rápido no prólogo do rali de todo-o-terreno de Marrocos, disputado em Fez, com uma superespecial de 12 quilómetros, ganha pelo britânico Sam Sunderland (KTM).

O francês Antoine Meo (KTM) fora claramente o mais rápido em Fez, só que conseguiu o 'feito' de forma ilegal e acabou por ser penalizado em mais de seis minutos, com os principais adversários a subirem todos um posto.

Rodrigues gastou mais 39 segundos do que Sunderland, que fez o mesmo tempo que o austríaco Mathias Walkner (KTM), 8.53 minutos. Mário Patrão (KTM) vai partir na sexta-feira como 11.º e Paulo Gonçalves (Honda) foi somente 14.º.

Nos automóveis, o mais rápido foi Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux), do Qatar, à frente do espanhol Nani Roma (Mini) com 31 segundos de avanço.

Também aqui houve penalizações: Sebastien Loeb, piloto francês da Peugeot, teria sido o segundo do prólogo não fora o minuto de penalização que o fez cair para 11.º. O castigo deveu-se a excesso de velocidade.

De regresso às pistas de Marrocos está também Elisabete Jacinto, ao volante de um MAN, que se resguardou ao volante do camião, terminando no quinto lugar nos camiões, 11.ª na categoria 'Open'. O melhor nos camiões foi, muito claramente, o argentino Frederico Villagra (Iveco).

Na sexta-feira cumpre-se a primeira etapa do rali, disputada entre Fez e Erfoud e com uma especial de 367,18 quilómetros. Nesta jornada os trilhos vão alternar entre percursos pedregosos e pistas rápidas e sinuosas e a navegação antevê-se como particularmente complexa.

Autor: Lusa