Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Elisabete Jacinto: «O grande segredo são os amortecedores»

Piloto arranca Libya Rally sem ajuda na direção

• Foto: José Moreira
Na véspera de arrancar o Libya Rally, Elisabete Jacinto contou a Record que a principal dificuldade que espera na prova está relacionada com a direcção do camião.

"Tivemos alguns casos bicudos para preparar o camião para aqui. Uma das grandes apostas era encontrar uns amortecedores de direção. Quando travas de forma brusca num sítio com muitas pedras, o volante dispara e tu tens de o largar, não sabendo para onde é que o camião vai. E os amortecedores impedem essas chicotadas no volante. O grande segredo numa competição são os amortecedores. As pessoas pensam que a potência é que é importante, mas se tiveres bom andamento e passares por cima de tudo sem necessidade de travar, ganhas muito com isso", referiu ao nosso jornal.

"Os camiões são únicos, não há dois iguais e não há peças à venda no mercado, tens de construir tudo. Com muito empenho e dedicação temos conseguido melhorar o camião a pouco e pouco. Esta é a quinta prova que faço sem amortecedores de direcção. Nas outras fui vendo, partindo, deitando fora… Desta vez, à saída da oficina, a peça partiu logo e tivemos de os tirar. Esse é o principal dissabor ainda antes de começar a corrida", continuou a piloto da Oleoban.

Apesar dos percalços, Elisabete ficou esperançada numa boa prestação ao fazer um último teste em Agadir: "Com todas as coisas que tivemos de preparar, nem sequer tivemos tempo de rodar o camião. Foi ao longo da viagem que fomos vendo. Agora à tarde fomos dar uma voltinha e ficámos contentes porque o camião teve um bom comportamento. Ficámos otimistas e esperamos que agora as coisas corram melhor".
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Libya Rally'2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M