A equipa de natação do Sporting foi apresentada ontem em Alvalade, com uma novidade: o fundista espanhol Juan Tolosa, de 23 anos, que reforça os leões vindo dos Estados Unidos, onde estava a estudar na Florida Southern College, uma universidade da primeira divisão da NCAA, onde era treinado pelo ex-técnico de Michael Phelps, Bob Bowman.

Tolosa está a tirar um mestrado em Finanças na Universidade Católica de Lisboa e não teve dúvidas na hora de escolher um clube para poder continuar a competir. "Decidi vir estudar Finanças para Lisboa e pedi ajuda ao Alexis, de quem sou amigo. Nem sempre é fácil conciliar com os horários das aulas, porque treinamos em Alvalade e no Jamor, mas estou contente com as condições. Espero ajudar o clube a ser hepta e melhorar todos os meus tempos, de forma a poder apurar-me para os Europeus", confessou.

Alexis Santos confirmou ter sido o responsável pela escolha do amigo basco. "Disse-lhe logo que se quisesse nadar em Portugal só havia um caminho: o Sporting!"

A equipa de natação do clube volta a ser comandada por Carlos Cruchinho, que este ano conta com um reforço de luxo, o adjunto Mário Bonança, que deixou a competição em julho, nos Nacionais, e ficou na equipa técnica. "É muito importante poder contar com ele, porque é alguém que está no clube desde os cinco anos. É bom para ele para nós", assumiu o técnico leonino.

Alexis é a estrela e quer brilhar no Europeu

Apesar de parte das atenções estarem viradas para o reforço espanhol, a principal estrela da equipa de natação leonina continua a ser Alexis Santos, o melhor nadador português dos últimos anos, que gostava de repetir a medalha alcançada no Europeu de piscina longa em 2016. "O objetivo passa sempre por chegar aos Europeus e Mundiais de piscina longa e tentar melhorar os meus recordes, fazendo o melhor possível. No último Europeu fui medalha de bronze, em ano olímpico, em que alguns atletas apostaram forte e outros não. Sei que este ano vai ser muito competitivo e o meu objetivo é chegar lá, passar às meias-finais, depois à final e aí, se estiver ao melhor nível, tudo pode acontecer", confessou o especialista das provas de estilos.


Autor: José Morgado