A Federação Portuguesa de Rugby (FPR) apresentou um protesto formal pela forma como o diretor do 'World Trophy' de sub-20 terminou a final daquela prova, com o Japão a vencer Portugal (14-3) e com tempo por jogar.

Na final, disputada em Montevideu, o jogo foi suspenso a 14 minutos do fim e, volvidos cinco minutos, foi comunicado às equipas que não ia ser reatado por razões de segurança, devido à trovoada e à muita chuva que caia no estádio.

"Perante a nossa insistência, foi-nos dito também que não valeria a pena esperar mais, porque as luzes do estádio não eram suficientes para iluminar um jogo, perante a noite que começava a cair. E foi-nos dito ainda que, por razões logísticas, seria impossível retomar o jogo no dia seguinte", recorda a FPR.

Agora, a federação portuguesa, em comunicado divulgado esta segunda-feira, quer que a questão seja decidida por uma Comissão de Disputas, "a constituir nos termos do regulamento específico da competição".

"Caso se confirme a vitória do Japão, todo o râguebi português saberá reconhecer o indubitável valor do nosso adversário. Mas julgamos imprescindível lutar pela verdade desportiva, pelo direito dos nossos sub-20 a 80 minutos em que possam transformar o seu sonho em realidade", acrescenta o comunicado, que frisa que "não existe um prazo previsto ou definido para decisão pela Comissão de Disputas".