No dia que o Leicester FC venceu um título histórico no futebol inglês, Mark Selby – o adepto mais famoso dos 'foxes' – garantiu a vitória no Campeonato do Mundo de Snooker, após derrotar o chinês Ding Junhui (18-14).

Selby, que comandou o encontro desde a primeira sessão, iniciou esta final de forma arrasadora com um parcial de 6-0 que viria a revela-se decisivo. Ding, que estava pela primeira vez no encontro decisivo de um mundial, ainda lutou de forma assinalável para recuperar, chegando mesmo a estar a perder por apenas um jogo (8-7 e 11-10) e por dois aos 16-14.

Porém, uma ponta final de Selby recheada de brilhantismo e eficácia, sempre assente numa vertente defensiva e tática insuperável, foi decisiva para a conquista do segundo mundial do homem de Leicester, depois da vitória face a Ronnie O’Sullivan em 2014, precisamente com o mesmo parcial deste ano.

No final do encontro, Selby – que levou para casa um prémio de cerca de 410 mil euros – era um homem obviamente feliz: "Deixei o meu melhor snooker para o fim, pois ao longo de todo o torneio foi o meu "jogo B" que me deu a possibilidade de ir ganhando. Nas meias-finais [frente a Marco Fu] e na final estive bem. É uma honra pertencer ao restrito lote de jogadores que ganharam mais do que um mundial na carreira".

Sobre os festejos duplos entre futebol e snooker, Selby só deixou elogios: "É um dia histórico para a minha cidade e quero celebrar com os nossos rapazes que foram verdadeiros heróis. Para uma cidade pequena como Leicester este triunfo duplo é um feito notável. Obrigado por esta grande alegria que nos deram".


Autor: Miguel Sancho