Agora que Hugo Silva abraçou um novo projeto, o do Sporting, deixando o cargo de selecionador nacional, é tempo para se saber quem vai substituí-lo à frente da Seleção Nacional. Mas já há efetivamente alguns nomes em cima de mesa? "Temos algum tempo para tratar do assunto, não há pressa", disse-nos o presidente da Federação (FPV), Álvaro Lopes. O dirigente não adianta muito mais detalhes, nomeadamente se será português ou estrangeiro. Seja como for, Lopes refere que a última opção "é sempre mais dispendiosa, numa altura em que se vive com grandes apertos financeiros".

Mas uma coisa parece certa. Ao que o nosso jornal apurou, a Federação não quer contratar um técnico que esteja vinculado a qualquer clube, para evitar polémicas quando se tratar de escolher este ou aquele jogador. Daí que Hugo Silva se tenha desvinculado da entidade federativa para ser treinador do Sporting. "Ele seguramente não será o selecionador", destacou Álvaro Lopes.

Uma decisão quanto ao substituto de Silva não deverá ser tomada antes do início do ano, pois a FPV quer inteirar-se, primeiro, de todos os compromissos e em que moldes se disputarão, que a Seleção vai ter em 2018, nomeadamente um eventual novo figurino da Liga Mundial.

Autor: Ana Paula Marques

Temas:

Hugo Silva