A Sérvia conquistou este domingo pela segunda vez na sua história o campeonato da Europa feminino, ao bater na final a Holanda por 3-1, num encontro disputado em Baku, no Azerbaijão.

A prova, cuja organização esteve a cargo do Azerbaijão e da Geórgia, culminou numa exibição dominadora das sérvias, que venceram os primeiros dois sets por 25-20 e 25-22.

As holandesas recuperaram no terceiro set, que ganharam por 25-18, mas as sérvias venceram o quarto e derradeiro pelo mesmo resultado e coroaram-se campeãs europeias da modalidade.

É o segundo título europeu da Sérvia, que venceu em casa em 2011, enquanto a Holanda também procurava o segundo triunfo, depois da vitória de 1995.

Antes, a Turquia desiludiu o público azeri ao vencer por 3-1 o Azerbaijão no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares.

A formação da casa conseguiu ganhar o primeiro set, por 25-22, mas as turcas deram a volta e conquistaram os três seguintes por 25-21, 25-14 e 25-8.

É a terceira medalha em Europeus para a Turquia, a segunda de bronze, enquanto o Azerbaijão igualou a sua melhor prestação de sempre, o quarto lugar de 2005 e 2015.

O 31.º Europeu de voleibol feminino vai disputar-se em 2019, e vai decorrer pela primeira vez em quatro países - República Checa, Hungria, Polónia e Turquia -, além de contar, pela primeira vez, com 24 equipas, um aumento em relação às 16 de 2017.

Autor: Lusa