23.JUL.2017 - 10H50 

Mourinho 'apaga' caso De Gea... 'queimando' o Real Madrid

O Manchester United quis Álvaro Morata e deparou-se com exigências incomportáveis, José Mourinho não gostou do comportamento dos dirigentes do clube onde já trabalhou, embora não o tenha dito diretamente. Na madrugada deste domingo, de novo de forma indireta, o treinador foi bem mais incisivo, deixando os merengues em 'xeque' devido ao interesse em David de Gea, que tentam contratar desde o verão de 2015.

"Posso assegurar que ele não sairá esta temporada - isso posso. E a minha impressão é que será muito difícil que [um dia] vá. De Gea é um jovem muito honesto... Ele esteve em contacto durante muito tempo, inicialmente o clube não estava disponível para negociar, mas depois disponibilizou-se porque penso sempre que não é bom ficar com jogadores que desejam sair, pois no fim acabas por nunca conseguir tirar deles o rendimento que esperas.
Por isso, disponibilizamo-nos a negociar, mas nessa altura eles decidiram 'fechar a porta'... e não me parece que seja uma boa sensação para ele. [Agora] Vejo-o muito feliz, concentrado e empenhado no trabalho como nunca. Para mim é 100 por cento certo que vai ficar connosco."

Palavras fortes de Mourinho na conferência de imprensa onde lançou o jogo da International Champions Cup com o Real Madrid, na madrugada de segunda-feira, em Santa Clara (Estados Unidos), um teste antes da Supertaça Europeia entre os dois clubes, a 8 de agosto.

M M